Cartões Na Chuva Design Gráfico

Por que não uso meu nome na marca da minha empresa

Com tantos designers usando seus nomes como marcas, decidi seguir outro caminho e criei o nome Na Chuva. Aqui eu te explico o por quê.

Usar meu próprio nome como marca foi meu primeiro pensamento com certeza, inclusive comprei um domínio o qual pago até hoje, pois me apeguei. 🥲 Acho que no final das contas você não pensa muito quando cria uma marca pessoal, eu diria que é algo que “faz sentido”.

Na época em que comecei o Na Chuva ainda tinha essa dualidade entre a pessoa e a marca. A verdade é que eu não fazia ideia do que fazer com isso tudo, de como fazer para me aliar sem perder um ou outro.

Ao mesmo tempo que queria um nome neutro que eu pudesse associar outras pessoas no futuro, não queria abdicar de apresentar uma cara, de ser o toque humano e verdadeiro para mostrar ideias.

Então o desafio aqui era o meio termo, não queria que fosse tudo a minha cara, nem tampouco que o Na Chuva fosse uma empresa sem rosto, fria, que não conversa e só fala.

Esse tipo de coisa nunca me cativou enquanto público, por isso achei que não iria cativar o tipo de pessoa que eu queria como cliente. E esses pensamentos começaram anos atrás, quando a empatia, a audição ativa e a afetividade ainda eram coisas consideradas ” coisa de gente fraca” e não de “empresários de sucesso”.

Fiquei acuada diante dessa realidade da autoridade perfeita, que tudo sabe e tudo explica. Isso me paralisou, eu confesso. Até que comecei a ouvir falar de uma comunicação mais humana e a entender que as pessoas queriam isso de fato.

Ali eu vi uma luz gigante no fim do túnel. Foi quando eu decidi que seria a pessoa por trás do Na Chuva e em alguns poucos anos resolvi criar uma conta no Instagram pensando na união de tudo isso: @helennachuva.

Hoje considero que sou vinculada profundamente à marca Na Chuva, mas sem deixar a possibilidade de expansão incluindo outras pessoas que merecem ter os seus nomes atrelados não ao meu, mas aos seus feitos e talentos quando/se um dia eu decidir expandir a empresa. 

É por tudo isso que não uso meu próprio nome como marca. 😉 E você? Prefere o uso do nome próprio ou de um nome fantasia?

Ficou curiosa (o) por que o nome Na Chuva? Eu te explico na nossa sessão SOBRE.

Compartilhe esse post

Você também pode gostar